Quem somos?

Objetivos16203260320_3b7bc32962_b

O foco do TIME é estudar e propor práticas de inovação tecnológica relacionadas às decisões e ações organizacionais, especialmente as associadas às trocas entre indivíduos e agentes sociais e ao empreendedorismo. Em conformidade com o artigo 2.º do decreto Nº 5.798 de 2006 entendemos por inovação tecnológica “a concepção de novo produto ou processo de fabricação, bem como a agregação de novas funcionalidades ou características ao produto ou processo que implique melhorias incrementais e efetivo ganho de qualidade ou produtividade, resultando maior competitividade no mercado”. O TIME UFMG busca alinhar-se a proposta do inciso XI do artigo 2.º da lei N.º 13.243 (2016) que destaca, dentre os papeis das ICTs no processo de inovação tem-se “o compartilhamento de recursos humanos, laboratórios e equipamentos organizados e com predisposição ao intercâmbio entre os entes envolvidos para consolidação, marketing e comercialização de novas tecnologias”. Colocando o marketing e o empreendedorismo como o foco da inovação tecnológica do TIME UFMG o núcleo se propõe a:

  • Atuar como ponte de inovação e integração entre agentes públicos e privados envolvidos em processos de gestão estratégica da inovação, empreendedorismo e marketing.
  • Atuar na formação e desenvolvimento de recursos humanos para atuação em áreas de em marketing, inovação, empreendedorismo e estratégia, integrando discentes de graduação e pós-graduação com profissionais atuantes em organizações públicas e privadas nestas áreas.
  • Inovar no desenvolvimento de estudos científicos com cunho tecnológico e inovador nas áreas de marketing, empreendedorismo e estratégia, por meio de projetos, redes e intercâmbios entre a academia e organizações nacionais e internacionais.
  • Propor e promover ações de natureza científica na área de marketing, inovação, empreendedorismo e estratégia, buscando maior integração entre organizações públicas e privadas que sirvam de base para programas de ensino, pesquisa e extensão e na formação de empreendedores e gestores nas áreas de marketing, estratégia e inovação.


Histórico10953409_801412659894414_1523868707174284561_n

Em um cenário de crescentes transformações econômicas, políticas, sociais e culturais, caminhamos para uma economia cada vez mais baseada na criatividade. Inúmeros organismos nacionais e internacionais têm destacado o papel da ciência e tecnologia como elemento crucial para impulsionar a inovação como força motriz da competitividade com vistas ao desenvolvimento econômico e incremento do bem estar social.

O reconhecimento desses desafios tem reflexos notáveis nas ações do governo brasileiro, com destaque de ações e programas desenvolvidas no Ministério da Educação (MEC) e no Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI) e a promulgação de inúmeras leis e decretos, tais como a “Lei do Bem” (Nº 11.196, de 21 de novembro de 2005), a “Lei da Ciência, Tecnologia e Inovação” (Nº 13.243, de 11 de janeiro de 2016), o “decreto de incentivo às atividades P&D e CTI” (Nº 5.798, de 7 de junho de 2006) e a “Lei da inovação” (Nº 10.973, de 2 de dezembro de 2004). Dentre os objetivos destas ações, destacam-se os mecanismos que buscam facilitar a integração entre as Instituições de Ciência, Tecnológica e Inovação (ICTs) e agentes públicos e privados, assegurando os recursos humanos, econômicos e financeiros para a promoção de atividades científicas e tecnológicas com vistas ao desenvolvimento social. As universidades, como ICTs, exercem então notório papel para o aprimoramento de práticas que permitam ligar a produção científica em prol da difusão e implementação da tecnologia e inovação.

O CEPEAD, como centro de pesquisa no âmbito do CAD/FACE/UFMG, localizado no campus Pampulha, representa um centro de excelência científica com reconhecimento internacional. Como parte do processo de reestruturação dos cursos de mestrado em administração do programa, frente às mudanças sociais e culturais e as dinâmicas próprias da ciência administrativa, criou-se no ano de 2016 a linha de pesquisa “Estratégia, Marketing e Inovação” (EMI). Tratando do estudo dos arranjos e sistemas estratégicos e de inovação e ao entendimento das trocas sociais entre indivíduos e agentes públicos e privados, esta nova vertente de pesquisa revela aderência às propostas de transposição da ciência para fora dos limites da academia para fins de pesquisas acadêmicas em novos modelos de gestão e empreendedorismo, entendimento das dinâmicas de mercado na era digital e da gestão de inovação tecnológica.

É nesse cenário que emerge o Núcleo de Tecnologias Inovadoras em Marketing e Empreendedorismo (TIME). Buscando abarcar o estudo de temas associados ao marketing e estratégia com ênfase na tradução da ciência em ações de tecnologia e inovação, o núcleo busca integrar pesquisadores e parceiros de diferentes instituições e formações como forma de promover a competitividade e bem estar.


Linhas e Temas de Pesquisa

 

Os profissionais do TIME atuam essencialmente em três linhas de pesquisa e suas interseções:

 

  • Métricas, Modelos e Desempenho em Marketing e Estratégia: estuda os processos de inovação e criação de modelos e métricas de avaliação da performance organizacional com ênfase nos processos estratégicos e de marketing. Sua ênfase está na inovação nos processos de avaliação do desempenho das práticas organizacionais.
  • Inovação em práticas Empreendedoras e de Marketing: Estudos relacionados à gestão, com ênfase no composto de marketing. Inclui-se a estudos sobre a oferta, incluindo produtos, marcas e serviços, bem como elementos associados à distribuição, precificação e comunicação. Inclui a análise dos relacionamentos e redes organizacionais e as trocas entre agentes de mercado.
  • Empreendedorismo, Inteligência e Tecnologia de Marketing: Compreende a análise dos processos decisórios associados ao fundamento estratégico do marketing e a utilização do arcabouço de marketing na constituição de procedimentos de apoio as decisões de marketing. Aborda elementos associados à prática gerencial, especialmente aquelas voltadas a reestruturação de modelos de negócios e inovação em estratégia, com ênfase nos processos cognitivos, sociais e psicológicos de tomada de decisão, incluindo os mecanismos de levantamento de informações, em especial a inteligência e a pesquisa de marketing e sua aplicação em uma perspectiva estratégica.

Participantes

O TIME conta com os seguintes pesquisadores e profissionais:

servletrecuperafotoCoordenador do Núcleo e CRO (Chief Research Officer – Diretor de Pesquisas)

Professor Plínio Rafael Reis Monteiro, Dr.

Tem experiência profissional e didática na área de marketing e estratégia com foco em metodologia científica, informações de suporte a decisão gerencial e desenvolvimento de soluções organizacionais empregando análise, pesquisa e inteligência de negócios

Consulte maiores informações sobre o currículo Endereço para consulta do currículo: lattes.cnpq.br/9153662205565773


Pesquisadores Colaboradores internos a UFMG

Estudantes do Mestrado/Doutorado do Cepead

  • Laura Luttembarck Barreto Vianna – Universidade Federal de Minas Gerais
  • Fernanda Matoso L. Diamantino – Universidade Federal de Minas Gerais
  • Alysson Silveira  – Universidade Federal de Minas Gerais
  • Érico Aurélio A. Cardozo – Universidade Federal de Minas Gerais

Ex-alunos do Mestrado/Doutorado do Cepead

  • Pâmela de Souza Dias– Universidade Federal de Minas Gerais
  • Milena Carvalheira– Universidade Federal de Minas Gerais

Bolsistas de Iniciação Científica

  • Cainan Alves da Costa – Universidade Federal de Minas Gerais

Ex-bolsistas de Iniciação Científica

  • Luiz Henrique Fonseca – Universidade Federal de Minas Gerais, FAPEMIG
  • Kairê Carvalho Zacariotti – Universidade Federal de Minas Gerais

Pesquisadores Colaboradores de Outras Instituições

    • Áurea Helena Puga – Fundação Dom Cabral
    • Prof. Dr. Ernst Verwaal – Erasmus University Rotterdam
    • Marcos Severo – Universidade Federal de Goiânia
    • Ricardo Limongini – Universidade Federal de Goiânia
    • Cid Gonçalves Filho – Universidade FUMEC
    • Gustavo Quiroga Souki – Mestrado profissional em administração UMA
    • Guilherme Costa Valle Dornas – Fundação Dom Cabral e Siteware/ControlCorp
    • Luiz Rodrigo Moura – Mestrado profissional em administração UNA
    • Jase R. Ramsey. John Cook School of Business.
    • Thomas Brashear –University of Massachusetts Amherst.

Pesquisadores Voluntários

  • Matheus Lemos – Doutorando PUC Minas
  • Nelson Reis Monteiro – Pesquisador